»Home»Projetos»Campanha MT

Campanhas MT
O método MT consiste na medição simultânea do sinal elétrico e magnético na superfície terrestre para a obtenção de um modelo da estrutura geoelétrica do interior do planeta. O modelo baseia-se em parâmetros físicos como resistividade aparente e fase, que são obtidos das relações entre os campos eletromagnéticos.

Sensores utilizados no método MT
Os equipamentos utilizados para medida das variações do campo geomagnético são chamados magnetômetro, e a tecnologia empregada para construí-los é que determina a faixa de frequência que são sensíveis. Os dois tipos mais utilizados em pesquisas magnetotelûricas são os magnetômetros fluxgate (núcleo saturado) e os de indução. Os magnetômetros do tipo fluxgate são utilizados nas faixas de frequência mais lentas, de zero até alguns Hertz e os de indução são utilizados para medir variações na faixa de frequência maiores. Resumindo, o magnetômetro de indução é utilizado para medir sinais de curto período, enquanto para períodos mais longos, magnetômetro tipo fluxgate podem ser empregados e na prática os equipamentos MT que utilizam magnetômetro de indução em suas medidas são os chamados "banda larga" e aqueles que utilizam magnetômetro fluxgate são os chamados "longo período". Existem outros vários tipos de magnetômetro, mas que não são utilizados para medidas magnetotelúricas, seja devido ao seu alto custo ou pelas suas fragilidades ou pouca mobilidade.

O mapa a seguir apresenta as campanhas magnetotelúricas e geomagnéticas realizadas no terrritório Nacional:

geomagnetismo